REGULAMENTO DA BIBLIOTECA


 

FACULDADE APOGEU

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1o A Biblioteca da Faculdade Apogeu está diretamente subordinada à sua Diretoria Acadêmica, competindo-lhe planejar, coordenar e controlar as atividades de informação vinculadas ao seu acervo bibliográfico.

Art. 2o A prestação e a utilização de serviços da Biblioteca dar-se-ão em conformidade com o presente Regulamento, o qual tem por objeto regular o funcionamento da Biblioteca da Faculdade APOGEU, abrangendo as áreas de conhecimento de seus cursos, visando dotá-la de eficiência no atendimento a seus usuários, mencionados neste instrumento.

CAPÍTULO II

DAS COMPETÊNCIAS

Parágrafo único – A Biblioteca deve existir como um órgão de ação dinamizadora, promovendo a difusão do conhecimento e da importância do hábito de leitura. Deve, ainda, desenvolver atividades acadêmicas em conjunto com o corpo docente da Faculdade, promovendo maior interação entre a informação técnico-científica e o aprendizado prático em sala de aula.

Art. Compete à Biblioteca assegurar aos discentes, docentes e funcionários da Faculdade Apogeu, o acesso ao acervo bibliográfico, à prestação dos serviços bibliográficos e de pesquisa disponíveis, bem como a atualização e completude do acervo de acordo com os temas dos cursos.

Art. 4o Caberá ao Bibliotecário responsável controlar o uso do acervo da Biblioteca, especialmente a circulação, sendo-lhe facultado colocar, em regime de reserva ou circulação especial, as obras mais solicitadas.

CAPÍTULO III

DO FUNCIONAMENTO

Art. 5o A Biblioteca funcionará no período letivo de segunda à sexta-feira, das 08h às 22:00h, e aos sábados das 08h às 12h. O horário de funcionamento da Biblioteca poderá ser alterado pela Diretoria Geral da faculdade APOGEU, em conjunto com o bibliotecário.

CAPÍTULO IV

DA LOCALIZAÇÃO

Art 6o A Biblioteca tem sua instalação no primeiro andar do prédio da Faculdade APOGEU.

CAPÍTULO V

DO ACERVO

Art. 7o O Biblioteca é constituída por acervo bibliográfico, adquirido, produzido e recebido em doação pela Faculdade, referentes aos diversos temas discutidos nos cursos oferecidos pela Faculdade e ainda, temas atuais e gerais. O acervo é composto por livros, periódicos, folhetos, material audiovisual e multimídia, e deve seguir a política de aquisição, expansão e atualização do acervo.

CAPÍTULO VI

DO ACESSO

Art. 8o Para utilização dos serviços da Biblioteca o usuário deverá observar, durante o período de permanência no recinto, as seguintes normas:

§1° Será permitida a utilização somente das obras processadas completamente e dispostas nas estantes.

§2° É vedado o uso das dependências da Biblioteca para realização de atividades que não estejam de acordo com sua atividade fim, a pesquisa acadêmica.

§3° Não é permitida a alteração das configurações dos equipamentos de acesso à Internet e consultas ao acervo.

§4° Não é permitido o uso de telefone celular, bip, ou quaisquer aparelhos eletrônicos que produzam sons dentro da Biblioteca, bem como a entrada com alimentos. As dependências da Biblioteca deverão ser utilizadas com o máximo de silêncio e organização.

Art. 9o O acesso à Biblioteca, bem como a consulta ao seu acervo, a qualquer discente, docente ou funcionário vinculado à Faculdade se dará nos seguintes termos:

a)      O acesso ao acervo bibliográfico é aberto, podendo o usuário utilizar os terminais de consulta e dirigir-se diretamente as estantes para localização da obra desejada ou solicitar auxílio para pesquisa bibliográfica aos funcionários da biblioteca no balcão de atendimento;

b)      No período de execução do inventário do acervo bibliográfico, a ser comunicado previamente, tanto o serviço de empréstimo quanto a consulta local das obras, ficarão suspensos até o final da atividade.

CAPÍTULO VII

DOS SERVIÇOS PRESTADOS

Art. 10. O bibliotecário poderá alterar, acrescentar ou excluir serviços por ela prestados com a autorização da Direção, para fins de melhorar o atendimento aos seus usuários e modernizar os seus serviços.

Art. 11. A Biblioteca oferecerá ao usuário interno os seguintes serviços:

a)      levantamento bibliográfico por assunto;

b)      disseminação seletiva de informação;

c)      empréstimos de publicações;

d)     computadores com Internet, para pesquisa acadêmica e digitação de trabalhos acadêmicos;

e)      auxílio ao usuário no uso de obras de referência e acesso ao Sistema Informatizado da Biblioteca;

f)       empréstimo de salas de estudo em grupo;

g)      divulgação de novas aquisições;

h)      auxílio na utilização das bases de dados disponibilizadas pela Biblioteca;

i)        apoio para elaboração de referências bibliográficas;

j)        organização de eventos culturais.

CAPÍTULO VIII

DOS USUÁRIOS

Art. 12. A Biblioteca distingue duas modalidades de usuários: I-INTERNOS: são os discentes, docentes e funcionários da Faculdade Apogeu. I-EXTERNOS: é a comunidade em geral Os usuários externos têm direito apenas à consulta local do acervo.

CAPÍTULO IX

DA INSCRIÇÃO NA BIBLIOTECA

Art 13. Todos os usuários internos poderão inscrever-se para obter serviço de empréstimo do Acervo bibliográfico:

I.            Ao ingressar na faculdade APOGEU, será efetuado automaticamente o cadastrado dos dados necessários do usuário pela secretaria no sistema integrado;

II.            Qualquer mudança dos dados cadastrais deverá ser comunicada imediatamente ao serviço de atendimento da Secretaria:

III.            A revalidação do usuário será efetuado todo início de semestre com a renovação de matrícula na Faculdade e atualização dos dados do usuário.

CAPÍTULO X

DO EMPRÉSTIMO

Art. 14. Os serviços de empréstimos distinguem-se pela especificidade de cada publicação do acervo bibliográfico e pelo usuário, a saber:

I – Acervo Bibliográfico:

a)      o empréstimo do acervo bibliográfico somente será possível a discentes, docentes e funcionários da Faculdade Apogeu;

b)      não é permitido o empréstimo das seguintes publicações: obras de referência (dicionários, enciclopédias, atlas, anuários, bibliografias, etc), periódicos, trabalhos acadêmicos e obras colocadas em regime de reserva;

c)      o empréstimo ou renovação apenas serão efetuados mediantes apresentação do documento de identificação com foto;

d)     o usuário não poderá efetuar empréstimo ou renovação com documento de identificação de terceiros;

e)      O material reservado será mantido à disposição do solicitante pelo prazo de 24 horas a partir de sua chegada à Biblioteca. Ao usuário não será permitida a reserva de exemplares já em seu poder;

f)       a reserva de um mesmo item seguirá ordem cronológica de requisição. Após o prazo de 24(vinte e quatro) horas na reserva o funcionário da biblioteca deverá disponibilizar o item para o próximo usuário na fila da reserva.

Art. 15. Todos os materiais emprestados deverão ser devolvidos nas mesmas condições físicas em que foram retirados.

Art. 16. O usuário que retirar da Biblioteca documento sem a devida locação estará sujeito à penalidade.

Art. 17. A devolução dos documentos deve ser feita no balcão de empréstimo. Enquanto o sistema não efetuar a baixa do material o usuário estará como o responsável pelo documento e estará em débito com a Biblioteca.

Art. 18. Os prazos de empréstimos serão estabelecidos nos seguintes termos:

I – Discentes e funcionários:

a)      livros – até 03 (três) livros por 15 (quinze) dias;

I – Docentes:

a)      livros – até 05 (cinco) livros por 30 (trinta) dias;

b)      multimeios – 03 (três) multimeios por 01 (um) dia;

Art. 19. Os prazos poderão ser renovados por igual período, caso não haja reserva.

CAPÍTULO XI

DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS

Art. 20. São direitos dos usuários internos:

I – Utilizar o espaço físico da Biblioteca para fins de estudo, pesquisa e leitura;

II – Utilizar equipamentos disponíveis para pesquisa, estando sujeitos à fiscalização;

III – Requisitar os serviços oferecidos pela Biblioteca.

Art. 21. Empréstimos e reservas de materiais bibliográficos são facultados somente aos usuários internos.

CAPÍTULO XII

DAS OBRIGACÕES DOS USUÁRIOS

Art. 22. São obrigações dos usuários:

  1. Identificar-se sempre que solicitado;
  2. Manter discreto silêncio no recinto da Biblioteca, não utilizando equipamento sonoro;
  3. Devolver no balcão de atendimento o material utilizado nas consultas e empréstimo local;
  4. Manusear ou folhear os materiais com as mãos limpas;
  5. Ter o cuidado de não danificar os materiais, sendo proibida a utilização de objetos que possam prejudicar sua integridade física, como clips, grampos, alfinetes, etc;
  6. Não colocar dentro do livro embalagens de doces, cartões, fotografias, etc;
  7. Não recortar partes dos livros ou outros documentos;
  8. Não utilizar saliva para folhear os materiais;
  9. Não debruçar sobre os materiais, dobrá-los ou marcar suas páginas;
  10. Em hipótese alguma utilizar fitas adesivas ou durex para reparar páginas rasgadas. A restauração será efetuada apenas pelos profissionais da Biblioteca com material adequado

Art.23.  E proibida a entrada de pessoas portando alimentos e bebidas no  recinto da Biblioteca;

Art. 24. É proibido fumar nas dependências da Biblioteca;

Art. 25. É proibido baixar arquivos, remover programas dos equipamentos, acessar salas de bate papo, contas bancárias, páginas de sexo, jogos, etc. Os computadores da Biblioteca são de uso exclusivo para pesquisa e trabalhos acadêmicos;

Art. 26. O usuário que quiser usar o microcomputador deverá dirigir-se ao balcão de atendimento da Biblioteca para a autorização do auxiliar de biblioteca e será avisado quando seu tempo estiver esgotado. O tempo de uso é de 30 minutos para cada usuário.

CAPÍTULO XIII

DAS PENALIDADES

Art. 27. Os prazos de empréstimo devem ser rigorosamente observados e seu descumprimento implica em pagamento de multa, valor a ser estipulado pelo órgão da Diretoria Administrativa, sendo a multa aplicada proporcionalmente ao período de atraso por documento.

Parágrafo único. A multa de que trata este artigo vigorará enquanto perdurar a razão da sua aplicação.

Art. 28. Toda obra danificada ou extraviada deverá ser substituída por exemplar idêntico ou com outro título sugerido pelo bibliotecário, de valor contábil equivalente, a ser adquirido pelo usuário.

Art. 29. O usuário arcará com o dano causado ao equipamento ou qualquer bem da Biblioteca.

Art. 30. O usuário que desobedecer às recomendações do funcionamento da Biblioteca quanto à disciplina interna do órgão ou promover qualquer distúrbio no recinto da Biblioteca poderá receber advertência verbal.

Art. 31. O usuário que ofender ou desrespeitar funcionário da Biblioteca, sob qualquer forma, ou praticar ato contrário à moral e aos bons costumes poderá receber advertência escrita ou suspensão, a ser aplicada pela Direção Geral ou Diretoria Administrativa.

Art. 32. O usuário que, sem autorização, sair do recinto com materiais que pertençam à Biblioteca está sujeito às penalidades regimentais e, legais, sendo o fato encaminhado à Direção Geral para as devidas providências.

Art. 33. O discente que permanecer em débito de materiais e/ou locações ficam impedidos de renovar a matrícula para o ano/período seguinte enquanto não quitar tais obrigações. O nada consta será cobrado também para trancamento e transferência da Instituição.

Parágrafo Único- As penalidades poderão ser agravadas nas reincidências ou aspectos peculiares de cada caso.

CAPÍTULO XIV

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 34. Todo docente e/ou funcionário que se desligar da Instituição deverá apresentar à Diretoria Administrativa documento de quitação de responsabilidade, ou seja, o NADA COSTA fornecido pela Biblioteca.

Art. 35. Os casos omissos serão resolvidos Direção Geral e Diretoria Administrativa da Faculdade em consonância com o Bibliotecário.